Projeto que prioriza Jornada de trabalho de 30h semanais à categoria da enfermagem é votado e aprovado pela Câmara de Miguel Alves.

Em sessão realizada  na noite desta sexta-feira(31/05) pela Câmara Municipal de Vereadores de Miguel Alves comandada  pelo atual presidente, vereador  Francisco Neres do Nascimento popularmente conhecido por  vereador Chiquim Gastão(PTB) foi colocado em pauta  das 136ª, 137ª Sessões  Ordinárias  da 3ª Sessão  Legislativa , da 20ª  Legislatura  iniciada em 1º de janeiro de 2017, tendo sido   votado hoje, 31 de maio  de 2019,  o  Projeto de lei de Nº 002,de 2019 de 09 de maio de 2019  em que cria a jornada de trabalho municipal de 30 horas semanais aos enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem no município de Miguel Alves, estado do Piauí,  e dá outras providências. E tendo sido o mesmo, aprovado por unanimidade entre todos os parlamentares que compareceram à sessão da data de hoje. O Projeto  de lei de Nº 002,de 2019   que prioriza a saúde em especial a  categoria  da enfermagem no município de Miguel Alves apresenta como justificativa  que a jornada de trabalho de 30 horas é uma luta histórica  desta categoria, e proporciona  um grande benefício tanto para os   trabalhadores da área quanto para aqueles  que necessitam de seus serviços, trazendo melhoria dos serviços prestados  à população.  A implantação  das 30 horas semanais em diversas  localidades se verificou  que houve  uma drástica redução  tanto de faltas ,quanto de atestados  médicos – reflexo  da melhora  da qualidade de vida do trabalhador. A enfermagem é responsável  por 60% das ações de saúde em uma instituição hospitalar. A Enfermagem é a maior força de trabalho do setor de saúde, representando 50% do quadro de 3,5 milhoes de trabalhadores da área, segundo dados do IBGE. Entretanto, a Pesquisa Perfil da Enfermagem  realizada pela FioCruz e divulgada em 2015, apontou  desgaste e insegurança  no ambiente de trabalho entre 71% dos profissionais  entrevistados, no país, e 65% no estado de São Paulo, índices  que revelam  a sobrecarga e o estresse  da categoria. Os riscos que corre um profissional da enfermagem são inúmeros e envolvem grande complexidade do processo de trabalho em decorrência da assistência direta e indireta aos pacientes.  O trabalho exige o manuseio de materiais perfuro-cortante e coloca o profissional de saúde  em exposição a fluidos biológicos, riscos químicos, físicos, fisiológicos, psíquicos , de  radiação e de contaminação. Jornadas de 30h fazem  com que o profissional  trabalhe por menos tempo e,  consequentemente,  mais alerta, evitando  riscos.  Posto isto,  os vereadores que compareceram à sessão realizada na data de hoje(31/05) concederam apoio ao citado projeto, votando e  aprovando  o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *